Liturgia do 3º Domingo Comum – Ano A

(Last Updated On: 18/01/2023)

22 de janeiro de 2023
Is 9, 1-4; 1Cor 1, 10-13.17; Mt 4, 12-23

 

“Vem e segue-me”
1. Jesus dá início à grande aventura da sua missão. Sobe a Cafarnaum e estabelece aí a sua base. Esta escolha não é casual: a região de Zabulão e Neftali é um território de fronteira, lugar de misturas étnicas, culturais e religiosas. É um lugar olhado com desconfiança pelos puritanos de Jerusalém.
Começa, pois, a sua missão não em lugares importantes e religiosos como Jerusalém, mas em zonas periféricas, no meio dos distantes, dos menos religiosos, dos impuros, dos que têm contacto com os pagãos. Era assim que eram considerados os habitantes da Galileia: uma zona de cruzamento de povos e, por isso mesmo, zona de contágio cultural e moral.

 

2. Com esta escolha inicial, Jesus quer mostrar que os primeiros destinatários do seu Evangelho e do Reino não são os justos, os observantes ou os que se consideram tais, mas os distantes, os excluídos.
É o início humilde de uma missão que terá horizontes muito vastos e que será prosseguida pelos seus discípulos e pelos seus sucessores, chamados a segui-Lo e a ser por toda a parte “pescadores de homens”.

 

3. Começa Jesus a fundar a sua Igreja. Escolhe colaboradores para continuar no mundo a sua missão. Primeiro fê-los amigos, depois tornou-os apóstolos e pescadores de homens. Jesus não quis fazer tudo sozinho. Precisou e precisa ainda de colaboradores, que livremente o ajudem na sua missão de anunciar aos homens um novo estilo de vida. Chamou-lhes amigos e pescadores de homens. É um convite que ainda hoje continua a lançar na praia do nosso mundo: vem e segue-me, diz-nos Jesus. Junta-te a Mim, vive e proclama o que Eu anuncio.

 

4. Jesus apresenta-se como um missionário itinerante: ensina, prega a boa noticia do Reino, cura os doentes, recruta discípulos, convida à conversão. Não interroga as pessoas sobre os dez mandamentos, não pergunta se são fiéis às orações. Convida simplesmente a segui-Lo para estarem com Ele, para entrarem na sua escola de vida, para fazerem a experiência de um novo estilo de vida. A experiência da nossa fé parte daqui: deste convite a estarmos com Ele, a caminhar com Ele e a nutrir-nos da sua Palavra. Sempre, mas sobretudo neste domingo que é o Domingo da Palavra de Deus.

 

5. Todo o cristão é seguidor de Cristo. De que modo? “Convertei-vos e acreditai no Evangelho”. Primeiro tenho que me converter. Depois entrego-me nas suas mãos para estar com Ele, gozar da sua presença, saciar-me com a sua Palavra, entrar no seu Reino e ser enviado a anunciá-lo a quem ainda não O conhece.
Que a nossa alma cante e o nosso coração acolha os inumeráveis convites de Jesus, que uma canção exprime deste modo: “Deixa que o mundo siga a sua aventura, / deixa que o homem retorne à sua casa, /deixa que a gente se entregue à sua riqueza, / mas tu…tu, vem e segue-me! Tu, vem e segue-me!”.

 

Darci Vilarinho

Deixe a sua opinião

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

EnglishFrenchGermanItalianPortugueseSpanish