EnglishFrenchGermanItalianPortugueseSpanish

Presépios africanos no Consolata Museu

Até dia 10 de janeiro do próximo ano estará patente no Consolata Museu – Arte Sacra e Etnologia -, em Fátima, a exposição temporária “Natal Africano”

Se vai a Fátima nos próximos dias ou semanas, inclua na sua agenda uma visita ao Consolata Museu, onde está patente a exposição temporária “Natal Africano”. Pode ver esta mostra até ao próximo 10 de janeiro de 2021.

São 73 figuras, “entre presépios esculpidos numa peça única ou avulsas, maioritariamente provenientes da Tanzânia”, refere Gonçalo Cardoso, diretor do museu dos Missionários da Consolata.

Os presépios em exposição foram “retirados das reservas do museu excecionalmente neste período”. Cada peça é o resultado da atividade missionária e revela “traços africanos e esculpidos em ébano negro, pau-preto ou outras madeiras de tonalidades mais escuras e marfim”, salienta o responsável do Museu.

Em alguns dos presépios, a Sagrada Família assume a particularidade de se encontrar no “interior de uma palhota ou sob um embondeiro”. Já os Reis Magos distinguem-se por “assumirem as feições dos nobres locais” de países africanos, “vestidos em complexas vestimentas tradicionais” de África.

A mostra transporta o visitante para uma outra realidade, rica e distante. “Através destes exemplos procuramos mostrar que a mensagem de Cristo é universal. Cabe em todas a culturas, em todos os povos, independentemente da cor ou fisionomia. Estes presépios são o fruto da evangelização missionária. O povo africano absorveu essa mensagem cristã à sua imagem e semelhança”, demonstra Gonçalo Cardoso.

Apesar da variedade de expressões e diferentes manifestações artísticas, o propósito de cada peça em exposição é o mesmo. “Pretendemos chamar a atenção do verdadeiro significado do Natal – o nascimento de Cristo – que o presépio procura sublinhar e relembrar, independentemente dos materiais com que é concebido, das formas, das cores ou das latitudes originárias da produção.”

A exposição pode ser visitada de quarta-feira a sábado, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00.