EnglishFrenchGermanItalianPortugueseSpanish

Instituto Missões Consolata celebra 120 anos de fundação

No dia 29 de janeiro de 2021, o Instituto Missões Consolata (IMC) comemora 120 anos de vida e missão. Fundado em 1901 pelo Bem-aventurado José Allamano em Turim, Itália, com o passar do tempo o IMC cresceu tornando-se internacional e multicultural

Os primeiros quatro missionários enviados em missão pelo seu Fundador, o Beato José Allamano, partiram de Turim rumo ao Quénia, na África, no dia 8 de maio de 1902. A 29 de junho do mesmo ano iniciaram a primeira Missão em Tuthu, região do povo kikuyu. Sob a proteção de Nossa senhora da Consolata – de cujo santuário, em Turim, Allamano foi reitor por mais de 40 anos, e de quem era muito devoto -, e com o carisma da missão ad gentes, o Instituto cresceu e se multiplicou. Em 29 de janeiro de 1910, o padre José Allamano fundou também a congregação das Irmãs Missionárias da Consolata, com o mesmo carisma (este ano celebram 111 anos de fundação). Atualmente, o IMC conta com 950 missionários (padres, irmãos e bispos) provenientes de 23 países. As irmãs missionárias somam cerca de 550. As duas congregações estão presentes em 28 países da Europa, África, América e Ásia.

Sentir-se em Casa
“Certamente, muitos pensamentos habitam em nós neste tempo complicado e particular. Pessoalmente, aproveitando o aniversário da Fundação, gostaria de chamar a atenção para a recuperação do sentido de estar em casa, de sentir o Instituto como a própria casa, ‘a minha casa’”, afirma o superior geral, padre Stefano Camerlengo, na mensagem enviada a todos os missionários e amigos para assinalar os 120 anos de Fundação.

Na sua carta, intitulada “Sentir-se em Casa”, padre Stefano faz um convite: “O meu voto, a minha oração, o convite que faço, é que possamos viver este aniversário da Fundação recuperando o nosso sentido de pertença, de nos sentirmos parte, protagonistas da nossa família, da nossa comunidade, conhecidos e chamados pelo nome, construtores de um Instituto cada vez mais ‘nosso’, cada vez mais ‘a minha casa’”.

Por ocasião da festa da Fundação, a 29 de janeiro, os Missionários da Consolata dão também inicio a um Biénio de atenção à pessoa na sua integridade humana, espiritual e missionária, conforme decisão do último Capítulo Geral (cf. Atos do XIII CG n.33).

Inspirado no tema “Tudo posso Naquele que me dá força” (Fil 4, 13), o Biénio se estenderá até 29 de janeiro de 2023 com o objetivo de ajudar os missionários a dar um salto qualitativo na sua vida e missão.

Aceda AQUI a todo o material para viver este tempo de graça e revitalização.

Padre Jaime C. Patias, IMC, Conselheiro Geral para América