Família Consolata faz memória dos seus falecidos
13/11/2020
Todos os anos, no dia 15 de novembro, os missionários e missionárias da Consolata fazem memória dos falecidos das duas congregações missionárias

Em sinal de comunhão e espírito de família, anualmente, no dia 15 de novembro, os Missionários e as Missionárias da Consolata fazem memória dos seus falecidos: padres, irmãos, bispos e irmãs. Recordam também os amigos, familiares e benfeitores dos dois Institutos Missionários, fundados pelo Bem-aventurado José Allamano.
´
Em meio a pandemia de Covid-19, este ano a comemoração ganha um significado muito especial por que fomos profundamente interpelados pelo mistério da vida e da morte e o número dos que nos deixaram foi expressivo. De novembro de 2019 a novembro de 2020, faleceram 45 missionários e missionárias da Consolata (28 padres, 14 Irmãs, 1 Irmão e 2 bispos).

Poster com as fotos das missionárias e missionários falecidos

Confira a lista dos falecidos IMC-MC de novembro 2019 a novembro 2020

Na sua reflexão sobre a morte, divulgada no dia 2 de novembro, Dia Dos Finados, o Superior Geral chama a atenção sobre a busca do “sentido da vida” que “é por vezes um caminho longo e acidentado, mas, sobretudo, absolutamente pessoal, caminho necessário para toda e qualquer pessoa, a qual, porém, nunca deve ser deixado sozinha: a oração e a amizade sincera podem sempre sustentá-la…”

BOAS NOTÍCIAS
A mensagem destaca ainda que “Jesus tem boas notícias sobre a morte, sobre este misterioso encontro com Deus”. Fala também, da busca da “santidade” como peregrinos na terra.

“No meio de tantas dificuldades e incógnitas, dirigindo-nos sem hesitações para onde quer que Deus nos indicar: a santidade, que amanhã nos dará o direito de participar da multidão, descrita por João no Apocalipse, ‘revestida com vestes brancas, levando palmas nas mãos e gritando bem alto’, o que sempre se acreditou: ‘A salvação pertence ao nosso Deus e ao Cordeiro’”.

ESPERANÇA…
A reflexão conclui com palavras de esperança e um convide à oração.
“No fim dos tempos, na sua plenitude, a nossa alma voltará a unir-se aos nossos corpos ressuscitados… Os nossos amigos mortos, que nós confiamos à ternura de Deus, nos precedem nesta aventura divina”.

“A nossa oração coloca-nos em comunhão com os nossos defuntos, faz com que eles sintam o nosso afeto, na expectativa dos novos céus e nova terra que nos esperam. A dor por aqueles que perdemos, este ano, se dilui em esperança e nos convida a olhar além, em outro lugar, para a dimensão autêntica da vida. Assim, este se torna um dia inesperado, mas cheio de esperança”.

Jaime C. Patias, imc

Nota: Informamos que neste sábado, 14 de novembro, às 11h00 (hora portuguesa), será transmitida - a partir da Casa Geral dos Missionários da Consolata, em Roma -, a Missa da Comemoração dos Defuntos da Família da Consolata (confrades, irmãs, leigos, amigos e benfeitores).  A Santa Missa será presidida pelo padre Stefano Camerlengo, Superior Geral dos Missionários da Consolata.  
Este é o link para poder participar também: https://youtu.be/3FR4aggXH8Y

Confira aqui a íntegra da carta do Superior Geral