Consolata cria fundação
10/07/2017
A Fundação Allamano apresenta-se como uma Instituição Particular de Solidariedade Social, com vocação para assistir os mais necessitados

A Fundação Allamano já é uma realidade. A 8 de Julho tomaram posse os seus primeiros órgãos sociais, na Casa dos Missionários da Consolata, em Águas Santas, na Maia. É um momento histórico para a Fundação Allamano, cujo processo de instituição se vinha a desenvolver há alguns anos.  É-o também para a Consolata em Portugal, pois abre-se uma nova página da sua história.  O Instituto Missionário da Consolata (IMC) prepara assim um caminho para o tratamento da área social, onde quer ser, de acordo com o seu carisma, uma presença de consolação cada vez mais qualificada.

Estando alinhada com todos os requisitos institucionais da Segurança Social e do Estado, a Fundação Allamano apresenta-se como uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), com vocação para assistir os mais necessitados da sociedade. O reconhecimento do Estado é importante, na medida em que possuindo as credenciais exigidas legalmente, num futuro muito próximo, terá acesso a meios e estruturas para poder ir ao encontro dos excluídos, dos pobres e daqueles que sofrem de isolamento entre outros. A Fundação Allamano, cuja sede se situa em Lisboa, abrirá portas em instalações cedidas pelos Missionários da Consolata em Águas Santas. Estão a ser dados os últimos passos para a legalização dos espaços. Como sempre acontece nestas circunstâncias, existem dúvidas, receios e hesitações. No entanto os membros da administração e da direção estão confiantes que saberão vencer os obstáculos e esperam conseguir os apoios necessários para a sua ação, guiados pelo espírito do Allamano e pelo carisma da Consolata.

Filipe Pereira