Consolata em Portugal celebra missionários jubilares
20/11/2017
Ao terminar o Retiro Anual, os Missionários da Consolata assinalaram o jubileu de Profissão Religiosa e Ordenação Sacerdotal de alguns dos seus confrades

A Região Portuguesa do Instituto Missionário da Consolata (IMC) esteve reunida para o seu Retiro Anual (dias 12 a 17 nov.), seguido de uma miniassembleia (dia 18), que terminou com uma Eucaristia onde se assinalaram os aniversários jubilares de Profissão Religiosa e de Ordenação Sacerdotal de alguns dos seus membros.

Os jubilares de 2017: o padre Agostinho Silva celebra 25 anos de ordenação sacerdotal; os padres Aventino Oliveira e Jaime Marques, 60 anos sacerdócio. Já os padres Luís Tomás, Eduardo Frazão, Norberto Louro, Luís Ferraz, João Coelho Batista, e o Ir. João Alfaiate assinalam 60 anos de Profissão Religiosa. Por sua vez, o padre Álvaro Pacheco festeja 25 anos de Profissão e o padre José Salgueiro da Costa assinala o 50º aniversário de Profissão e Religiosa.

Testemunhos partilhados
O padre Eugénio Butti, superior provincial, presidiu à celebração jubilar e convidou os missionários presentes a olharem para «os frutos desta colheita silenciosa», mas, sobretudo, para a semente permanentemente lançada por estes coirmãos. Depois passou a palavra aos missionários jubilares que partilharam com a assembleia ali reunia histórias, peripécias, ou apenas pequenos testemunhos da sua caminhada como consagrados missionários da Consolata, ao serviço do evangelho.

Foi o caso do padre Jaime Marques (que faz parte do primeiro grupo de missionários portugueses a entrar no seminário da Consolata em Fátima, então inaugurado), que ainda hoje, com mais de 80 anos, manifesta total disponibilidade e confiança na missão que Deus lhe confia: «Nunca pedi para ir para parte nenhuma. Nunca recusei também o que me propuseram. Fiz voto de obediência, disponham de mim», contou. Já o seu colega de seminário, o padre Aventino Oliveira, ao mesmo tempo que agradecia a vocação missionária, referiu que este ano, em Fátima, já terá feito «mais de 500 horas de aconselhamento. Às vezes de pessoas que vem desesperadas».

Da mesa da Eucaristia para a mesa do almoço, que terminou com o cantar dos parabéns aos aniversariantes e o partir do bolo.

Miniassembleia da Região
O Retiro e a Assembleia tiveram lugar na Casa de Retiros São José, no Seminário diocesano de Leiria e reuniu quase todos os membros (Padres e Irmãos) das comunidades da Consolata em Portugal, contando com a presença de 37 membros da província portuguesa deste instituto missionário ad gentes.

O orientador do Retiro foi o padre Pietro Trabucco, missionário da Consolata italiano, que já foi em tempos Superior Geral deste Instituto Missionário ad gentes. O pregador ajudou os missionários a refletir sobre a atualidade do carisma da Consolata.

A miniassembleia que se seguiu ao Retiro Anual analisou alguns temas da atualidade da Região, assim como aspetos da programação deste novo ano pastoral.

Albino Brás