Maio 2017: Do Centenário das Aparições ao XIII Capítulo Geral IMC
11/05/2017
Divulgamos texto do superior provincial dos Missionários da Consolata em Portugal, padre Eugénio Butti, em que aborda acontecimentos destacados da Igreja em Portugal e do Instituto dos Missionários da Consolata, e que marcam este mês de maio de 2017

Maio de 2017. Se o consideramos estritamente de um ponto de vista cronológico não tem nada que o diferencie dos outros meses de maio que vivemos ou viveremos: é o mês das rosas, o mês de Maria e o mês das mães. Mas este ano de 2017, para nós que vivemos em Portugal e que somos membros do Instituto dos Missionários da Consolata, é um maio diferente: é neste mês de maio de 2017 que acontece a celebração do primeiro Centenário das Aparições de Nossa Senhora na Cova da Iria e que, nesta ocasião, receberemos a visita do Papa Francisco que, como peregrino, se unirá à multidão de peregrinos que acorrem com fé à Capelinha das Aparições para agradecer, louvar e suplicar a Virgem Mãe de Deus e para presidir a solene Missa do dia 13, durante a qual será realizada a Canonização de dois dos três Pastorinhos: os Beatos Francisco e Jacinta Marto. É também o mês em que se inicia o XIII Capítulo Geral da nossa família missionária.

Maio 2017: mês do Centenário das Aparições
Estava em Fátima, quando participei na abertura do Centenário de preparação para esta data - lembro que o reitor do Santuário, que hoje é bispo de Coimbra, D. Virgílio do Nascimento Antunes, ao motivar o início deste tempo de preparação o apresentava como um acontecimento ainda muito distante, mas que, por ser muito importante, precisava prepará-lo bem e preparar-se bem.

Sete anos passaram-se muito rapidamente e já estamos a viver no tempo da celebração desta importante data. Nós, Missionários da Consolata, temos diversos motivos que nos obrigam a dar importância e a viver intensamente a celebração deste Centenário, entre os quais, o facto da nossa Região portuguesa ter sido dedicada a Nossa Senhora de Fátima e também por causa da obra do nosso padre João de Marchi, que com o seu livro “Era uma Senhora mais brilhante que o sol”, que já está na 26ª edição e foi traduzido em seis línguas, contribuiu em tornar conhecidos os eventos da Cova de Iria.
 
A melhor forma de celebrarmos este Centenário das Aparições de Nossa Senhora é certamente aquela que não se contenta com uma simples recordação de eventos do passado, mas é sobretudo aquela de acolher e viver a mensagem, hoje mais atual do que nunca, que a Virgem de Fátima confiou aos três Pastorinhos, e que é em plena sintonia com o início da pregação evangélica do seu Divino Filho: “ Convertam-se porque o Reino de Deus chegou no meio de vós”. Dar lugar ao seu Filho no nosso coração, impregnar do seu amor o mundo em que vivemos e arrastar outros a fazer o mesmo é a missão que a Virgem de Fátima continua a confiar-nos.
 
Maio 2017: início do XIII Capítulo Geral
A realização de um Capítulo Geral é um momento importante da vida da nossa Família Missionária. 47 Membros das nossas Regiões e Delegações estrarão reunidos, como num novo Cenáculo, sob o olhar materno da Mãe Consolata e do nosso fundador Beato José Allamano, para avaliar, refletir, e olhar para o futuro da nossa família missionária.
 
Revitalização, reorganização e continentalidade perece serem os temas que, à luz da reflexão desses últimos anos, somos chamados a aprofundar.
 
Eu e o padre José Matias, como membros, e padre Manuel Magalhães, como secretário externo, estaremos participando ao Capítulo representando a nossa Região de Portugal; mas todos e cada um de nós somos chamados a interessar-nos e a acompanhar com a nossa oração este evento para que o Espírito de Deus ilumine os missionários capitulares e abra os nossos corações e as nossas mentes para acatar os apelos e as orientações que o Senhor, através deste importante evento, nos fará e indicará.
 
Maio de 2017: um mês cheio de tantos acontecimentos! Que seja também o mês em que a Luz do Cristo Ressuscitado, que irradiou da Mulher mais brilhante que o sol e que fascinou os três Pastorinhos, vença as trevas que continuam presentes em nós e no mundo e ilumine os nossos rostos e a vida dos irmãos e irmãs que encontramos.
       
Padre Eugénio Butti