Morada
Rua Padre João António de Carvalho, 1 3090-431 Alqueidão, Portugal
Contatos
233 942 210

A presença na paróquia de Alqueidão por parte dos Missionários da Consolata tem poucos anos, crescendo diariamente junto das comunidades

As paróquias de Alqueidão e Lavos são, desde Setembro de 2012, o mais recente projecto dos Missionários da Consolata. Foram vários os desafios iniciais, muitos dos quais continuam a sê-lo, mas tem-se trabalhado na esperança de envolver a comunidade no seu próprio desenvolvimento e crescimento, numa zona com algumas dificuldades económicas, uma população muito envelhecida e pouca juventude envolvida na vida eclesial.

Estas duas paróquias pertencem ao arciprestado e concelho da Figueira da Foz e estão actualmente debaixo da direcção dos padres António Bernardino Gaspar, José Maria Marçal e Álvaro Pacheco.

Em Alqueidão, com uma população maioritariamente envelhecida, como a maioria deste país, o trabalho dos nossos missionários centra-se sobre a população em geral, apesar da baixa taxa de prática e participação na vida da comunidade paroquial. A apatia religiosa é um elemento predominante, com pouca gente a participar ativamente na vida da igreja. Há uma religiosidade [popular acentuada, mas que aos poucos mostra sinais de enfraquecimento devido ao envelhecimento da população e à pouca participação e interesse das camadas mais jovens.

Além do Alqueidão, a paróquia de Lavos e a comunidade de São Pedro têm recebido a atenção dos Missionários. As populações que vivem de atividades como a pesca e outros tipos de indústria (principalmente a da celulose/papel), o que origina parca situação financeira. Há também o facto de que muitas pessoas não são originarias desta região, tendo também a comunidade piscatória uma cultura religiosa muito particular, destacando-se o facto de que os homens não vão á igreja, mesmo sendo muito religiosos no seu dia-a-dia, em especial no contexto da arte piscatória na pequena comunidade de Costa de Lavos.  

As crianças, adolescentes e jovens, através da catequese e do seu envolvimento nas atividades que a igreja tem desenvolvido, bem como dos três grupos de escuteiros, são recipientes do esforço e dedicação dos nossos missionários, não obstante as dificuldades. Lavos tem um grupo de jovens com uma história longa e que tenta lutar contra as adversidades que nascem do facto de vários membros deixarem a área por motivos de trabalho ou o próprio “envelhecimento” dos membros. São um grupo muito ativo e criativo que conta com o apoio dos missionários. Há um outro grupo que o padre Álvaro está a tentar que possa “levantar voo”, constituído na sua maioria por jovens que pertencem a dois grupos de escuteiros, com o objectivo de lhes dar uma formação e consistência missionária.

É no apoio à catequese e ao escutismo,  bem como na animação dos vários grupos etários que a nossa missão está concentrada. Sao desafios enormes mas que os nossos missionários abraçam com humildade e espírito de serviço e ardor missionário.

 

Centros de dia: Alqueidão, Lavos, Carvalhais e São Pedro

Comunidades da paróquia de Alqueidão: Amieira, Negrote, Calvete, Portela e Barra.

Comunidades da paróquia de Lavos: Carvalhais, Costa de Lavos, Regalheiras e Bizorreiro. São Pedro é uma comunidade à parte, mesmo pertencendo a Lavos.